CONHEÇA
NOSSO
ESPAÇO

No estúdio Soundfinger nós gravamos com a qualidade que o mercado exige. Utilizamos equipamentos e instrumentos diferenciados para imprimir mais personalidade à sua música. Porque sua música precisa emocionar o seu público sem que ele precise saber de todo o trabalho que existe nos bastidores de grandes artistas!

Conheça alguns dos trabalhos gravados no estúdio Soundfinger.

NOSSOS TRABALHOS

BLOG

O produtor Paulo Aredes e seus amigos falam sobre música, composição, técnicas de gravação, equipamentos e outros assuntos relacionados à produção musical.

Sintetizadores
Paulo Aredes

Sintetizadores

Os sintetizadores são instrumentos musicais eletrônicos para simulação de sons existentes ou mesmo para criação de novos sons e texturas. Os sintetizadores começaram a ser

Leia mais »

F.A.Q.

Dúvidas?
Veja quais as principais dúvidas de quem vai produzir música, e quais as orientações para que o seu trabalho não seja paralisado por falta de planejamento.

O produtor musical é o responsável por coordenar todas as etapas que envolvem a produção profissional de música, desde a escolha do repertório, do estúdio e dos músicos, assim como na elaboração dos arranjos, a coordenação dos ensaios, o acompanhamento da gravação, mixagem e masterização. O cantor, cantora, dupla, ou banda precisam de um produtor musical para que sua música tenha um padrão profissional e uma sonoridade personalizada.

Na carreira de intérprete, cantor ou cantora, a carreira solo é a opção mais comum. Mas se o gênero é sertanejo a formação de uma dupla é o caminho mais seguido. As mais famosas são formadas por irmãos e irmãs, ou por parceiros muito amigos, ou até por casais… Agora, casal ou não, a dupla tem que ter um casamento musical perfeito, um entrosamento harmonioso que é a chave para o sucesso. As vozes tem que casar uma com a outra, cantar juntinho numa interpretação envolvente para que o público aprecie, se emocione e vire fã. As desavenças devem ser resolvidas fora do olhar público, que não tem nada a ver com isso. O público quer curtir música e quanto mais entrosamento, melhor!

Pré-produção é o primeiro passo para qualquer projeto artístico.
Parece óbvio, mas muita gente atropela essa fase e pula direto para a gravação sem antes fazer o planejamento necessário e saber quanto vai gastar no processo todo. Muitos artistas começam a gravar seus projetos acreditando em avaliações superficiais baseadas apenas em “horas de estúdio” necessárias.
Assim como não se constrói uma casa sem projeto, não sem grava sem um planejamento detalhado de todas as etapas até chegar ao produto final, desde a escolha de repertório, dos arranjos, da escolha dos músicos, dos ensaios, até a gravação das bases, coberturas, colocação da voz, edição, mixagem e masterização.
Uma boa pré-produção evita que se comece um projeto sem saber quanto vai custar.

Ensaiar as músicas antes da gravação faz com que os arranjos sejam testados e as músicas cheguem ao estúdio definidas e seguras para apertar o botão “rec”: gravando! Uma ou outra dúvida, uma alteração aqui, outra ali, é normal e faz parte do processo de gravação; mas chegar cru ao estúdio sem saber de cor e salteado a música faz a produção andar em marcha lenta. Se você contratou um produtor musical e ele fez ótimos arranjos e contratou ótimos músicos de estúdio, então você terá um playback para ensaiar bastante antes de colocar a voz. E se você tem um orçamento um pouco mais elástico, ensaiar no estúdio onde vai gravar é algo que contribui muito para um resultado final de grande qualidade artística.

Hoje a tendência do mercado é gravar bases ao vivo (bateria, baixo, violão/guitarra, teclado/acordeom). O objetivo de se gravar as bases ao vivo é para se ter uma música mais “orgânica”, mais natural.

Não! Não dá pra fazer sucesso sem um bom investimento. O tamanho do investimento depende do mercado que se quer atuar e do público que se quer alcançar. Mas não se iluda: não há dinheiro no mundo que substitua talento e carisma!

Fechar Menu